Equipes do Colégio Auxiliadora - RP “invadem” sala de aula e surpreendem vestibulandos

Equipes do Colégio Auxiliadora - RP “invadem” sala de aula e surpreendem vestibulandos

Na última terça-feira (15/05), alunos da 3ª série do Ensino Médio do Colégio Auxiliadora, de Ribeirão Preto (SP), foram surpreendidos por professores, coordenadores e direção com um gesto de incentivo para a maratona de vestibulares do segundo semestre. Com muito entusiasmo, eles “invadiram” a sala de aula cantando, batendo panelas e tocando instrumentos musicais. A música escolhida para o momento foi “Tá escrito”, do grupo Revelação, que fala sobre enfrentar os desafios da vida com a cabeça erguida.

Gisele Tarlá, professora de Redação, compartilhou com os alunos o texto “O fogo que nos transforma”, de Rubem Alves. O artigo diz que, assim como a pipoca, que estoura diante do fogo, as pessoas também se transformam quando passam por desafios. Na ocasião, os vestibulandos receberam um saquinho de pipoca para simbolizar a leitura. O professor de Física Wagner Fonzi terminou a atividade fazendo algumas considerações sobre o funcionamento do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). Todos os estudantes também receberam, como lembrança, um kit com lápis, post-it e um bloco de anotações.

A iniciativa emocionou a aluna Isabella Ungaro. “Foi uma surpresa deliciosa. Gestos como esse demonstram que a escola tem um verdadeiro carinho por nós. Também foi muito importante para tirarmos dúvidas e conhecermos alguns processos dos vestibulares”, ressaltou. Para Arthur Fagundes a ação foi bastante informativa. “Além de nos encorajar para as provas que estão por vir, eles também aguçaram nossa curiosidade e deram um direcionamento para a escolha da profissão”, concluiu.

 

Motivação e preparação

Segundo Danielle Minto, orientadora Pedagógica, o momento de descontração já virou tradição no colégio. “A ação é realizada sempre que o calendário do Enem e de outros vestibulares são divulgados. Acreditamos que, além de passar conhecimento aos estudantes, também é papel do professor despertar e incentivar a capacidade de cada um”, disse. “Sabemos que existe um desgaste emocional ao longo da preparação para as provas. Por isso a escola se preocupa em tranquilizá-los e a fazer com que acreditem que todo o esforço vai valer a pena no final”, completou Monalisa Biagini, orientadora Educacional.

Luciana Orsini, diretora Pedagógica, destacou que o apoio do corpo docente e da coordenação da instituição são as melhores ferramentas para o sucesso dos alunos neste momento de escolhas. “Torcemos muito pelas conquistas de cada um. Queremos que todos aproveitem os professores, o conteúdo, tirem dúvidas e agarrem todas as oportunidades”.

Fonte: Comunicação Auxiliadora RP